sexta-feira, 22 de junho de 2012

Taça Brasil Sub-17: Educar perde e depende de combinação de resultados para se classificar.


O Goiás encerrou a participação na primeira fase da VI Taça Brasil Correios de Futsal Sub-17 com uma vitória sobre o Educar (SE) por 3 a 1, em duelo nesta quinta-feira (21), em Teresópolis. Com o triunfo, o Esmeraldino chega a 10 pontos na competição e garante vaga na semifinal, enquanto os sergipanos estacionam na lanterna, com um único ponto.

Quem começa pressionando é a equipe do Educar. Com troca de passes envolvente, o time sergipano chega por diversas vezes ao ataque, dando trabalho para o goleiro Gustavo. A grande chance veio com 4 minutos, quando Leandro conseguiu chegar até a linha de fundo e tocar para trás, porém, mesmo sem marcação, Bruno finaliza para fora.

Apenas aos 8 minutos o Goiás conseguiu chegar com mais perigo. De fora da área, Léo experimentou um chute alto e Walisson espalmou para escanteio. Com as equipes mostrado dificuldade na hora de finalizar, o placar foi ao intervalo sem mudanças.

A volta para o segundo tempo foi muito parecida com o início de jogo. Com o Educar pressionando e o goleiro do Goiás garantindo o empate. Se os sergipanos não aproveitaram para abrir o placar, o Esmeraldino balança as redes aos 3 minutos, com Matheus. Precisando do resultado para continuar vivo na competição, o Educar saiu para o ataque e conseguiu deixar tudo igual aos 10 minutos, com Bruno.

O faro de oportunismo de Matheus acabou sendo o diferencial do confronto. Aos 13 minutos o artilheiro da competição aproveitou cruzamento e desviou para as redes, marcando o segundo dos goianos. Partindo para o tudo ou nada, o técnico Alexandre Meneses coloca Bruno para atuar como goleiro-linha e o camisa 11 quase empata aos 16 minutos, aparecendo como elemento surpresa no ataque e finalizando no travessão.

Retraído, o Goiás conseguiu armar um esquema impenetrável, deixando os jogadores do Educar com muita dificuldade para encontrar espaço para o chute. Ainda sobrou tempo para Charlinho aproveitar o erro adversário, roubar a bola na quadra defensiva e acertar o gol, garantindo o triunfo da equipe goiana.

Por: Luis Domingues
Assessoria de Imprensa da CBFS

Nenhum comentário: