quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Real Moitense vence, mas não ergue taça




Decisão
O Real Moitense derrotou Lagarto por 2 a 0 em partida válida pela finalíssima do Campeonato Sergipano de Futsal. Hiltinho foi o nome do jogo. O fixo do Real marcou os dois gols, mas acabou expulso por provocar a torcida adversária, que reagiu com violência. Sem policiamento suficiente, a arbitragem suspendeu a decisão. Nos próximos dias o Tribunal de Justiça Desportiva vai analisar o caso.

Apesar dos problemas, Real Moitense e Lagarto fizeram uma partida digna de final de campeonato. Na primeira etapa houve bastante equilíbrio com destaque para grandes defesas dos dois goleiros. Ramon de Lagarto ia se tornando o protagonista da decisão, porém num chute cruzado ele falhou e os donos da casa abriram o placar.

Na volta do intervalo os lagartenses tentaram reagir, mas em um contra-ataque rápido o time de Moita anotou o segundo. Este placar dava era tudo o que o Real Moitense queria, uma vez que o time jogava pelo empate para ser campeão. Todavia, em razão da provocação de Hiltinho e da violência generalizada na arquibancada, a partida foi suspensa.

“Só tenho a lamentar toda essa situação. Queria liquidar o título dentro de casa, mas não foi possível. Vou conversar com Hiltinho e depois esperar a decisão do TJD”, comentou o técnico do Real Wilson Mendonça (Galego).

O capitão do Lagarto, o fixo Pita, também lamentou o encerramento da partida antes do tempo. “Voltaríamos para o jogo com um homem a mais e ainda faltando 15 minutos e 27 segundos, tempo suficiente para reverter a vantagem no futsal. Creio que haverá uma nova partida, vamos aguardar”, falou.

A Federação Sergipana de Futsal enviou o caso para o TJD, que deve julgar nos próximos o caso.

Nenhum comentário: