quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Aracaju vence jogo de ida da final do primeiro turno do estadual de futsal

Lance da vitória: gol de Bebeto garante vantagem do Aracaju na decisão (fotos: Igor Matheus/ Portal Infonet)
O Aracaju fez o dever de casa na primeira partida da decisão do primeiro turno do estadual de futsal. Em partida realizada no Ginásio do Sesi, em Aracaju, na quarta-feira, 1º, o time da capital bateu o Real Moitense por 2 a 1 de virada. Foi a primeira derrota do time de Moita Bonita na competição.
Com o resultado, o Aracaju vai à próxima partida com a vantagem do empate. Já o Moitense precisa no mínimo vencer por diferença de um gol para levar a partida para a prorrogação – na qual a insistência do empate dá o título ao time de Moita Bonita. O próximo jogo será nesta sexta-feira, 3, no Ginásio Albano Franco, em Moita Bonita.
O jogo
A partida começou nervosa e baseada em muita marcação de ambos os lados. Mas o Real Moitense era ligeiramente superior e mais ofensivo, e não demorou muito para chegar ao primeiro gol. Após jogada trabalhada pelas laterais, a bola parou nos pés de Alan, que acertou um chutaço de fora da área: Real 1 a 0. Após o gol, o Aracaju cresceu de produção e desperdiçou várias oportunidades. Em uma das melhores, Neto Negão teve chute com endereço certo desviado pela zaga adversária.
Moitense de defende: pressão dos anfitriões
No segundo tempo, entretanto, a história mudou. O jogo ficou nervoso, com muito empurra-empurra, bate-boca e distribuição de cartões amarelos. Até que um cruzamento da esquerda encontrou Pita sozinho na direita. Sem pensar muito, o camisa 4 completou rasteiro e empatou a partida: 1 a 1.
O nervosismo do Real Moitense e a agressividade do Aracaju ainda trariam mais consequências. A menos de um mineuto do apito final, Alex fez falta em cima de Bebeto e recebeu o cartão vermelho – para revolta geral do banco do Moitense. Após muito drama, aconteceu o que a torcida local esperava: após cobrança de Akes, Bebeto completou de primeira e acertou o ângulo de Marcondes: Aracaju 2 a 1.
Para Fabinho, técnico do time da capital, a equipe fez por merecer a vitória. “Depois de tomarmos o gol, marcamos mais em cima, pressionamos e fomos merecedores. Mas o Real Moitense é uma equipe muito qualificada, e temos aí mais 40 minutos para decidir o turno”. E o treinador do Aracaju quer correção imediata dos erros. “Não se pode fazer marcação passiva com uma equipe da qualidade do Real. É pedir pra tomar gol”.
Já para Wilson Galego, técnico do Real Moitense, ressaltou a força de sua equipe para superar o revés. “Infelizmente cometemos um vacilo no final, mas decisão é isso mesmo, é detalhe. Temos ainda o jogo de volta, e lá vai ser totalmente diferente. Temos categoria para reverter o resultado”.
Por Igor Matheus

Nenhum comentário: